Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2004

Mais um poema de Jorge Arrimar

"Desejo"

Dá-me o que procuro
ou não almejo
eu quero-te lentamente
ou abruptamente
a escorregar pelas vertentes
do meu mais forte desejo...
Eu quero-te, artéria
e raiz
do naufrágio que fiz
de mim
no temporal do teu corpo
gritando que sim.

de Jorge Arrimar

(enviado por Raposa)
indeterminado por quim às 20:56

link do post | indetermine | favorito
|
3 comentários:
De inde a 23 de Fevereiro de 2004 às 13:54
Agradeço imenso a visita ao meu humilde lugar pela estranha personagem que assinando "aa" deixa uma singela mensagem de uma vogal "a"! Grato.
De aa a 23 de Fevereiro de 2004 às 12:01
a
De Beija Flor a 17 de Janeiro de 2004 às 16:04
to indeterminado: o que segue... "Desvairo" / A luz banhava / a angústia marchetada / de desvario e cedências, / os corpos unidos / em rubras incadescências... // Leve, / o ar filtra-se / nos cortinados claros, / nos tecidos avaros / de cor, / as flâmulas agitadas / ao sopro forte de desejos / de um estranho amor, / velas vogando à deriva / num mar calmo de agitados beijos / de Jorge Arrimar

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.últimas indeterminações

. eu

. floresta

. Saudade

. Aniversário

. Amar como o vento

. Gostoso

. Solidão

. Gostos

. Não sou aquário de signo,...

. pormenor

.torres do tombo

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds